O colunista Cooper Hood explicou, em uma matéria do site ScreenRant, a mais nova teoria envolvendo ambos personagens de Evan no universo da Marvel: Ralph Bohner e Quicksilver. Confira abaixo.

O Quicksilver de WandaVision é um vingador totalmente diferente!

Em vez de se tornar o Merc√ļrio do MCU, WandaVision pode ter configurado Evan Peters para ser um Vingador diferente ap√≥s a reviravolta de Ralph Bohner.

WandaVision incluiu a revela√ß√£o surpresa de que o Merc√ļrio de Evan Peters era na verdade Ralph Bohner, mas ele pode ser um futuro Vingador escondido. A internet foi incendiada no final do epis√≥dio 5 de WandaVision , quando Evan Peters apareceu como Pietro Maximoff. O ator j√° interpretou Quicksilver nos filmes X-Men da Fox, levando o p√ļblico a acreditar que a Feiticeira Escarlate o trouxe para o Universo Cinematogr√°fico da Marvel atrav√©s do multiverso. Em vez de ser o futuro Merc√ļrio do MCU, o programa do Disney+ pode ter revelado secretamente que ele √© um Vingador completamente diferente.

Com base na popularidade do Merc√ļrio de Peters dos filmes dos X-Men, a decis√£o de revelar que seu personagem se chamava Ralph Bohner provou ser divisiva. O final de WandaVision confirmou essa nova identidade para o personagem de Evan Peters no MCU. Enquanto alguns apreciavam a subvers√£o das expectativas da Marvel, muitos sentiram que foi uma revela√ß√£o decepcionante com base na configura√ß√£o e nas poss√≠veis implica√ß√Ķes futuras. Como resultado, as teorias correram soltas sobre a possibilidade de Evan Peters retornar de alguma forma para um papel maior. A abertura do multiverso na Fase 4 significa que seu Merc√ļrio real ainda pode estar na mesa, mas WandaVision tamb√©m lan√ßou as bases para outra grande revela√ß√£o para Ralph Bohner.

Existe uma teoria popular da WandaVision de que o Merc√ļrio na verdade ser√° o super-her√≥i conhecido como Homem-Maravilha. A base para essa teoria vem de duas partes diferentes da s√©rie da Disney+. Para come√ßar, a s√©rie trouxe Jimmy Woo para Westview originalmente porque algu√©m que ele conhecia na prote√ß√£o a testemunhas desapareceu como parte da anomalia da Feiticeira Escarlate. WandaVision nunca revelou quem era esse indiv√≠duo, mas Ralph Bohner poderia ser ele. A s√©rie n√£o revelou muito sobre a vida de Ralph, mas ele tendo fotos de si mesmo faz parecer que ele √© um ator. Essa possibilidade combinada com o fato de ele estar potencialmente na prote√ß√£o a testemunhas pode significar que Ralph Bohner n√£o √© seu nome verdadeiro. Em vez disso, seu nome verdadeiro ou futuro nome art√≠stico poderia ser Simon Williams, o homem que se torna o Homem-Maravilha nos quadrinhos.

WandaVision n√£o indica que o personagem de Evan Peters j√° tenha superpoderes. O show poderia ser parte da origem de Simon Williams. Simon era originalmente um vil√£o no material de origem, ent√£o WandaVision usando-o como um antagonista se encaixaria nisso.¬† Ele poderia at√© estar na prote√ß√£o de testemunhas por se voltar contra vil√Ķes maiores. Enquanto isso, a carreira de ator seria outro aceno para a hist√≥ria em quadrinhos de Simon, j√° que ele decidiu tentar atuar depois de deixar os Vingadores. Isso tudo pode fazer parte dos planos de longo prazo da Marvel Studios para Evan Peters e ‚ÄúRalph Bohner‚ÄĚ.

O MCU h√° muito tempo est√° interessado em usar o Wonder Man de alguma forma.¬† Guardi√Ķes da Gal√°xia Vol. 2 deveria usar Nathan Fillion como Simon Williams para alguns easter eggs, mas a cena em que as refer√™ncias seriam vistas foi cortada. Parece que a Marvel at√© tinha Simon Williams em mente ao fazer WandaVision, j√° que as filmagens dos bastidores inclu√≠am pain√©is de quadrinhos com Simon Williams. Como ele est√° diretamente ligado √† hist√≥ria de Vis√£o, faria sentido ele aparecer. Embora parecesse que isso n√£o aconteceu, talvez o Homem-Maravilha estivesse realmente na WandaVision se essa teoria estiver correta.

E aí, o que acham da teoria?

Em entrevista ao site Comic Book, Simon Kinberg conta que n√£o sabia sobre Evan Peters estar em WandaVision.

Simon Kinberg, produtor de X-Men de longa data e diretor de Dark Phoenix, ficou tão surpreso quanto os fãs ao ver Peters aparecer em WandaVision, e ele descobriu ao mesmo tempo que o resto de nós. Ao falar com a Screen Rant, Kinberg disse que desconhecia completamente o elenco até depois que o episódio de WandaVision foi ao ar.

“N√£o, eu n√£o sabia que isso ia acontecer com anteced√™ncia, o que foi incr√≠vel”, disse Kinberg. “E eu vi em tempo real. Na verdade, eu nem vi em tempo real. Eu estava atrasado em um ou dois dias, mas obviamente, eu tenho Twitter e tamb√©m tenho dois filhos que eram f√£s hardcore de X-Men e Marvel, e eles viram e imediatamente me mandaram uma mensagem e disseram, ‘Pai, voc√™ viu?’ E eu disse, ‘n√£o, eu n√£o vi o epis√≥dio, obrigado por estragar.’ E ent√£o eu vi o Twitter explodindo e ent√£o pensei, ok, bem, imediatamente, obviamente, voc√™ tem que ir e assistir. ”

Desde que a Disney comprou a Fox, onde todos os filmes X-Men ganharam vida, a aparição de Peters na WandaVision realmente parecia ser o primeiro tecido conectivo entre as duas franquias. Foi especialmente convincente, pois todos sabiam que o multiverso estava para ser introduzido. Como sabemos agora, no entanto, o elenco de Peters foi apenas uma pista falsa.

O jornalista Patrick Caoile do site Collider fez uma retrospectiva dos pap√©is deste ano de Evan na TV, e provou que Evan consegue cativar o p√ļblico com pap√©is muitas vezes “normais”. Clique aqui para ler a mat√©ria em ingl√™s.

 

De ‘WandaVision‘ a ‘Mare of Easttown‘ a ‘American Horror Story’, Peters provou ser charmoso, legal, mas um cara normal.

Nem todo ator precisa ser um ator principal para conquistar o cora√ß√£o do p√ļblico. √Äs vezes, basta uma s√©rie de pap√©is coadjuvantes que destacam as atua√ß√Ķes calmas, legais e contidas de um ator. Evan Peters vem acumulando esses pap√©is ao longo dos anos – desde suas apari√ß√Ķes regulares em American Horror Story, que come√ßou com Tate Langdon da primeira temporada, at√© seu papel coadjuvante como o melhor amigo do super-her√≥i titular em Kick-Ass e seu pr√≥prio papel de super-her√≥i na franquia X-Men como Merc√ļrio em X-Men: Dias de Futuro Passado. Sua fama n√£o √© necessariamente uma lista A, mas ele conquistou popularidade de longa data entre os f√£s fi√©is de AHS. E enquanto muitos hesitaram em sua escolha inicial como o velocista prateado – o papel j√° retratado por seu colega de elenco Aaron Taylor-Johnson em Vingadores: Era de Ultron – seu cabelo cor de cromo e √≥culos e jaqueta combinando conquistaram seus cr√≠ticos iniciais atrav√©s de seu di√°logo r√°pido e √°gil.

Mas, ao longo de um √ļnico ano, em 2021 Peters nos comoveu com v√°rios pap√©is. No in√≠cio deste ano, Peters deu aos f√£s da Marvel um presente ao reprisar seu papel como Merc√ļrio no WandaVision da Disney +. Mais tarde, Evan apareceu em Mare of Easttown, da HBO, ao lado de Kate Winslet como sua jovem e charmosa parceira investigativa. Agora, Peters retorna para a d√©cima temporada de AHS como um vampiro que trabalha como escritor em uma cidade do tipo misteriosa da Nova Inglaterra. Todas as tr√™s performances de 2021 destacam o charme de Peters como um cara comum, que continua a trabalhar a seu favor nesses projetos gigantescos.

Quando WandaVision estreou na Disney + em janeiro passado, os f√£s da Marvel estavam famintos por conte√ļdo de super-her√≥is, uma vez que a pandemia atrasou muitos dos filmes e programas de streaming planejados do MCU. Esse fervor continuou √† medida que a s√©rie ca√≠a e cada epis√≥dio era lan√ßado semanalmente, resultando em um fluxo intermin√°vel de teorias e especula√ß√Ķes dos f√£s. Apesar dos rumores de que Evan Peters apareceu em¬†WandaVision nos meses que antecederam a estreia, nada havia sido oficial. Isto √©, at√© a ang√ļstia de um final para o Epis√≥dio 5. Intitulado, “Em um Epis√≥dio Muito Especial”, era, de fato, especial: Enquanto Wanda (Elizabeth Olsen) e Vision (Paul Bettany) chegam ao fim de uma discuss√£o acalorada, a campainha da porta da frente toca. Enquanto observamos Wanda ir abri-la, Darcy (Kat Dennings) – do mundo real fora do mundo m√°gico de uma sitcom da bruxa Scarlett – faz um paralelo com nosso pr√≥prio suspense. “Wanda”, Vision pergunta a Wanda com uma express√£o vazia, “Quem √© este?” A c√Ęmera faz uma panor√Ęmica atr√°s de uma cabe√ßa de cabelo prateado antes de cortar seu rosto. N√£o, n√£o √© a vers√£o de Aaron Taylor-Johnson de Pietro Maximoff, mas a vers√£o de Evan Peters do universo Fox / X-Men! Ou assim pensamos.

Apesar de sua apar√™ncia ser uma pista falsa para o iminente multiverso da loucura – como este Pietro √© apenas um impostor que foi amarrado aos planos nefastos de Agatha Harkness (Kathryn Hahn) – Evan Peters conseguiu manter a persona de “mano legal” que ele t√£o naturalmente desenvolve como sua opini√£o sobre Quicksilver em X-Men: Dias do Futuro Passado, X-Men: Apocalipse e Dark Phoenix. Embora ele possa ter sido mal atendido no filme final do conjunto dos X-Men – ferido nas m√£os de Jean Gray (Sophie Turner) – WandaVision deu-lhe outra chance no papel.

“O irm√£o perdido h√° muito tempo consegue apertar a irm√£ fedorenta dele ou o qu√™?” √Č assim que o Pietro de Peters entra no mundo do MCU, ostentando uma camisa de colarinho descolada e jaqueta de couro preta (ele manteve seu senso de estilo desde quando foi apresentado pela primeira vez em Dias de Futuro Passado). Em seu epis√≥dio subsequente – o epis√≥dio especial de Halloween em que Peters consegue vestir o cl√°ssico terno Quicksilver dos quadrinhos – Billy Maximoff (Jullian Hilliard) chama seu tio Pietro de ‚Äúhomem crian√ßa‚ÄĚ. O termo √© uma descri√ß√£o precisa de Pietro de Peters, mas √© ainda mais aplic√°vel quando sua identidade real √© revelada. No estilo t√≠pico da Marvel, como o Mandarin revela em Homem de Ferro 3, este Merc√ļrio n√£o √© um speedster, mas um ator, Ralph Bohner. Sua resposta simples: uma risada. ‚ÄúBoner‚ÄĚ (palavra usualmente usada para definir tes√£o em ingl√™s), ele brinca sobre seu pr√≥prio nome. √Č essa qualidade de ‚Äúcara‚ÄĚ que ele injeta em seu papel de super-her√≥i que o torna o favorito dos f√£s. Seja como um tio muito distante ou algum ator fracassado, Peters retrata com credibilidade as qualidades do homem comum de seu Merc√ļrio.

Em um exemplo mais discreto do homem comum, Evan Peters apareceu em seguida em Mare of Easttown da HBO. O show j√° criou uma forte lideran√ßa na Mare de Kate Winslet, uma m√£e solteira e proeminente detetive da pol√≠cia na cidade de Easttown, Pensilv√Ęnia. Depois que o suspense do primeiro epis√≥dio terminou com o assassinato de uma adolescente local, Peters √© apresentado no segundo epis√≥dio como Colin Zabel, um jovem e bonito detetive trazido por seus superiores para ajudar Mare no caso. As duas cabe√ßas se op√Ķem, principalmente por causa da relut√Ęncia de Mare em compartilhar o caso com um detetive externo. Mas quando Mare encontra Zabel em um bar, ela se suaviza com ele – seus olhos b√™bados e inchados, suas palavras arrastadas e seu charme peculiar, at√© idiota. ‚ÄúVolte para seus amigos,‚ÄĚ Mare diz a ele. Mas Zabel est√° relutante e diz: ‚ÄúN√£o sei se quero voltar com eles. Acho que prefiro ficar aqui com voc√™.” No fundo, ‚ÄúMr. Brightside” toca, uma faixa apropriada quando o show cria um dilema rom√Ęntico para Mare: ela escolher√° Zabel de Peters ou o escritor e professor de Guy Pearce, Richard Ryan? Assim que Mare come√ßa a se entusiasmar com Zabel, o p√ļblico tamb√©m se apaixonou por Peters.

Conforme o show avan√ßa, vemos Zabel fazer avan√ßos em dire√ß√£o a Mare, trazendo seu caf√© e, eventualmente, convidando-a para um encontro. A juventude esperan√ßosa de Zabel elogia a autoridade cansada e experiente de Mare. Ele quer mais para Mare do que apenas uma rela√ß√£o de trabalho, apesar de sua insist√™ncia e obsess√£o com o caso. Quando os dois se confrontam sobre seus sentimentos, Zabel re√ļne coragem para beijar Mare, perguntando a ela: “Como voc√™ sabe o que eu quero?” Claramente, Zabel a quer – seu sorriso r√°pido e aquelas covinhas revelam. S√£o essas pequenas escolhas que Peters d√° em sua performance que tornam Zabel um personagem t√£o agrad√°vel e amoroso para Mare. O relacionamento n√£o depende apenas do desempenho de Kate Winslet; Evan Peters consegue se manter ao lado e igualar a atriz vencedora do Oscar. √Č por isso que, no mesmo epis√≥dio de seu beijo, a morte de Zabel nas m√£os de um suspeito atingiu com tanta for√ßa muitas pessoas.

Finalmente, na d√©cima temporada de American Horror Story, Evan Peters retorna ao show onde a maioria das pessoas notou pela primeira vez seu charme infantil. Enquanto ele se tornou mais um personagem secund√°rio na AHS em compara√ß√£o com suas apari√ß√Ķes anteriores nas primeiras temporadas, Peters ainda √© t√£o cativante. Sua primeira cena como o romancista Austin Sommers, cuja criatividade √© alimentada por p√≠lulas que lhe d√£o vontade de se alimentar de sangue, envolve um dueto cantando com Belle Noir de Frances Conroy. Em sua interpreta√ß√£o de “Islands in the Stream” de Dolly Parton e Kenny Rogers, Peters exagera seu rosto e faz gestos com as m√£os no ar, dramatizando a can√ß√£o de amor em uma performance mais parecida com um karaok√™ do que um artista leg√≠timo da madrugada.

E como escritor de dia, seu personagem veste um pijama preto de seda que comprou em Paris. ‚ÄúEles custam uma fortuna‚ÄĚ, diz ele ao escritor Harry Gardner (Finn Wittrock), ‚Äúmas eu li em algum lugar que as pessoas gostam mais das coisas se voc√™ pagar muito por elas‚ÄĚ. Existe algo mais sombrio por tr√°s dessa bravata suave? Claro, j√° que ele √© c√ļmplice de Belle Noir e de seus planos vampirescos e intrigantes. Mas Peters ainda imbui seu desempenho de Sommers com sua marca registrada, atitude de homem comum. Enquanto a temporada ainda est√° em andamento, quem sabe para onde o personagem de Evan ir√°. Mesmo assim, esta √© apenas a primeira parte da d√©cima temporada de “Double Feature” de AHS – √© seguro supor que Peters encontrar√° uma nova maneira de adaptar suas sensibilidades de cara comum para outro personagem na segunda metade da temporada.

Enquanto outros atores podem sentir a necessidade de superação Рespecialmente com um papel como um agressor rápido, ou como um escritor viciado em drogas que transforma vampiros, ou quando vai contra talentos como Kate Winslet РEvan Peters assume todos esses projetos a partir do momento de visão de um cara comum e identificável. As nuances de seus personagens são entregues em performances que destacam seu charme calmo e sereno. Não é à toa que ele se tornou o namorado da América durante seu tempo limitado no ar em Mare of Easttown. Evan Peters pode não ser um nome familiar ainda, mas ele se tornou um dos rostos mais reconhecíveis na televisão.

 

Em entrevista ao jornalista Stacy Lambe‚Äć do site ET Online, Evan contou como foi a transi√ß√£o das filmagens das duas s√©ries, entre outros.

Poucos artistas podem dizer que estiveram no centro dos dois momentos mais chocantes e zeitgeisty do ano na TV. Mas gra√ßas a seus pap√©is em WandaVision e Mare of Easttown, Evan Peters, que ganhou sua primeira indica√ß√£o ao Emmy por esse √ļltimo projeto, pode fazer exatamente isso. ‚Äú√Č muito legal fazer parte disso‚ÄĚ, disse o ator de 34 anos ao ET por telefone.

‚ÄúMas eu tenho que dar o cr√©dito a Kevin Feige por ter apresentado a ideia‚ÄĚ, ele continua, referindo-se ao presidente da Marvel Studios e planejador mestre da Marvel Cinematic Universe, que agora inclui a s√©rie limitada sobre personagens de longa data Wanda (Elizabeth Olsen) e Vis√£o (Paul Bettany).

No meio de sua execu√ß√£o, o ator, que interpretou uma vers√£o de Merc√ļrio nos filmes dos X-Men, apareceu como Pietro, o irm√£o g√™meo falecido de Wanda, anteriormente retratado por Aaron Taylor-Johnson. No final das contas, esse Pietro era apenas um ator desempregado usado como um pe√£o para manipular a hero√≠na em luto. Mas isso n√£o acabou com as in√ļmeras teorias e debates sobre o cruzamento dos universos do cinema e as implica√ß√Ķes para o futuro de ambas as franquias.

‚ÄúMe colocar na s√©rie dessa maneira eu achei que foi uma maneira muito interessante, chocante e quase estranhamente meta – eu odeio essa palavra – meio de fazer isso, o que eu achei muito legal. E fiquei honrado ‚ÄĚ, diz Peters.


Disney +
Talvez ainda mais chocante do que Pietro batendo na porta de Wanda foi o fim inesperado e prematuro de Peters como o detetive Colin Zabel no drama policial limitado da HBO criado e escrito por Brad Ingelsby e estrelado por Kate Winslet como o detetive Mare Sheehan. Mas, novamente, o ator tamb√©m d√° todo o cr√©dito a Ingelsby por ‚Äúescrever o arco de Colin‚ÄĚ, diz ele. “Isso foi tudo dele.”

Embora a hist√≥ria cativante sobre um detetive endurecido de uma cidade pequena, encarregado de investigar o assassinato de uma adolescente enquanto tentava evitar que sua pr√≥pria vida desmoronasse, √© tudo da mente de Ingelsby, foi Peters quem trouxe Colin para a vida na tela, surpreendendo muitos f√£s de longa data com uma performance contida e fundamentada – o que est√° muito longe de alguns de seus trabalhos mais not√°veis ‚Äč‚Äčna s√©rie antol√≥gica de Ryan Murphy, American Horror Story.

‚ÄúEu adoro crescer. Eu acho que √© t√£o divertido, e alguns dos meus atores favoritos s√£o grandes atores. Mas esta foi uma oportunidade de ir na dire√ß√£o oposta ‚ÄĚ, diz Peters, observando que Colin tinha muitas camadas diferentes que ele pensou que seriam um desafio para interpretar. E dada a natureza da s√©rie, ‚Äúquer√≠amos torn√°-la muito natural e real e meio atenuada‚ÄĚ, continua o ator. ‚ÄúFoi uma oportunidade de levar tudo um pouco mais baixo e ficar um pouco mais quieto e contido.‚ÄĚ

O objetivo final, diz Peters, ‚Äúera torn√°-lo o mais real poss√≠vel‚ÄĚ. E no final, deu a ele a chance de trazer mais de si mesmo – ‚ÄúComo eu sou na minha vida cotidiana‚ÄĚ – para a performance. ‚ÄúIsso foi um pouco diferente de algumas das outras coisas que eu fiz‚ÄĚ, diz ele, antes de adicionar com uma risada: ‚ÄúSabe, √†s vezes posso ser grandioso‚ÄĚ.

E se houve um momento crucial no epis√≥dio 3 (“Enter Number Two”), onde ele poderia ter sido grande, talvez erroneamente, √© a cena de bar muito amada, durante a qual um b√™bado Colin confessa suas pr√≥prias defici√™ncias e inadvertidamente se torna atraente √† Mare, estabelecendo uma potencial conex√£o rom√Ęntica entre os dois. Em vez disso, √© um momento brilhante para Peters, que consegue roubar parte dos holofotes do desempenho de comando de Winslet.

‚ÄúNa cena, ele mostra suas cartas e mostra seu verdadeiro eu e o que est√° passando. E eu queria ter certeza de que est√°vamos atingindo a ideia de que ele n√£o est√° onde quer estar em sua vida e ele se sente muito perturbado por isso‚ÄĚ, diz ele, acrescentando que o diretor Craig Zobel lhe deu tempo e espa√ßo n√£o apenas para encontrar e capturar isso, mas tamb√©m improvisar e experimentar dentro da performance.

‚ÄúA oportunidade de brincar em uma cena, especialmente com Kate, onde voc√™ se sente como,‚Äė Ahh, eu tenho que acertar. Voc√™ sabe, tem que ser perfeito. ‘E ent√£o voc√™ est√° tentando se equiparar a esse padr√£o e eu estou grato que ela me deixou fazer isso“, acrescenta ele.


HBO
Embora Winslet tenha sido uma parceira de tela que o apoiou e inspirou Peters a dar o melhor de si, o ator n√£o conseguiu morar com ela e suas outras coestrelas, que dividiam uma casa na Pensilv√Ęnia, onde a s√©rie foi filmada ap√≥s a retomada da produ√ß√£o durante a pandemia.

Enfocado em um quarto de hotel na Filad√©lfia, Peters ‚Äúestava muito sozinho‚ÄĚ durante a filmagem, principalmente porque estava viajando de e para Atlanta, onde WandaVision tamb√©m estava filmando ao mesmo tempo. No entanto, a experi√™ncia “se prestou bem ao sentimento de Colin como um estranho“, diz o ator. ‚ÄúEu ficava sozinho a maior parte do tempo, e Colin provavelmente ficava sozinho a maior parte do tempo tamb√©m.‚ÄĚ

Enquanto Peters preenchia seu tempo na Filad√©lfia assistindo a s√©rie da A&E, The First 48, The Silence of the Lambs e “outras coisas criminosas” ou ouvindo John Mayer repetidamente, estava muito longe das reprises de Full House e Malcolm in The Middle, ele assistiu em Atlanta enquanto se preparava para ‚Äúesta performance realmente exagerada e divertida‚ÄĚ em WandaVision.

‚ÄúFoi meio que uma viagem de cabe√ßa e tive que me dividir em compartimentos‚ÄĚ, diz ele, admitindo que acabou sendo um desafio divertido. ‚ÄúFoi bom fazer uma pequena pausa do drama s√©rio e ir se divertir um pouco. E ent√£o d√™ um tempo nisso e volte a ficar um pouco mais s√©rio.‚ÄĚ

Enquanto WandaVision foi limitada a apenas uma temporada, o sucesso de Mare of Easttown levou os fãs a clamar por mais e esperam que tenha outra temporada muito parecida com Big Little Lies antes dela. E após o final, Ingelsby disse ao ET que se ele tivesse uma grande ideia, então eles definitivamente tentariam fazer uma segunda parte.

No momento, nada foi confirmado, mas n√£o se pode deixar de imaginar se Peters tem algum remorso por interpretar um personagem significativo que ele poderia facilmente ter reprisado se n√£o tivesse sido morto. ‚ÄúEstou muito feliz e satisfeito com o arco de Colin. Fiquei entusiasmado com a ideia de que era um e pronto, e a maneira como ele morria sempre foi algo que foi meio chocante e parecia muito real‚ÄĚ, diz Peters. ‚ÄúEu fui seduzido pela ideia de interpretar aquele personagem e passar por todas as coisas pelas quais ele passa e ent√£o ter que ser interrompido.‚ÄĚ

Dito isso, ‚Äúespero que fa√ßam outra porque adoraria assistir e ver Kate faz√™-la de novo‚ÄĚ, diz ele, acrescentando que eles poderiam ‚Äúfazer um flashback, com Colin em outro bar‚ÄĚ.

E no final do dia, o ator est√° ‚Äúgrato que as pessoas responderam √† s√©rie da maneira que fizeram‚ÄĚ. Mare of Easttown n√£o foi apenas um sucesso raro e passageiro, a s√©rie recebeu 16 indica√ß√Ķes ao Emmy, incluindo a de Melhor Ator Coadjuvante em S√©rie Limitada ou de Antologia ou Filme, o que ‚Äú√© bem surreal‚ÄĚ, diz Peters. ‚ÄúBata na madeira, n√≥s podemos ir ao evento e comemorar com todos e levantar uma ta√ßa para a s√©rie e todos que trabalharam tanto nela.‚ÄĚ

Fonte: The Wrap

Embora possa ter sido um choque para os telespectadores, aquela bomba no final do enervantemente tenso quinto epis√≥dio de “Mare of Easttown” n√£o foi um choque para Evan Peters. (Definitivamente volte a esta mat√©ria mais tarde se voc√™ n√£o est√° a par do drama da HBO.) Depois de seu cativante e atencioso detetive Colin Zabel, finalmente ganhar a aprova√ß√£o de sua parceira experiente Mare (Kate Winslet), completando com caf√© juntos e um primeiro encontro particularmente complicado, Ele alcan√ßa sua posi√ß√£o de her√≥i quando a dupla finalmente, chega a um esquisit√£o (Jeb Kreager) que eles suspeitam estar por tr√°s do desaparecimento de, pelo menos, uma jovem de Delco (Delaware County, na Pensilv√Ęnia). Corte para um ma√ßo de cigarro Winston (uma pista chave), uma troca de olhares tensa, uma puxada de armas e antes que voc√™ pudesse dar um gole de seu caf√©… Colin Zabel foi morto de repente e cora√ß√Ķes em todo o pa√≠s foram machucados para sempre.

“Foi √≥timo ver um come√ßo, meio e fim para o arco do personagem, mas dizer adeus a Kate e o elenco e todos os outros foi muito triste”, disse Peters. E essa reviravolta chocante, for√ßou os espectadores tamb√©m a aceitar o fato de que Colin, de fato, n√£o estaria na lista de poss√≠veis assassinos da hist√≥ria principal de uma jovem m√£e (Cailee Spaeny) encontrada morta dentro de um riacho. “Eu tenho um pouco da coisa do arenque (peixe) vermelho, eu era como um alarme”, disse Peters com uma gargalhada. Mas quem poderia culpar um espectador por pensar tanto, especialmente do companheiro que uma vez interpretou Jim Jones, David Koresh e Charles Manson, tudo na mesma temporada de “American Horror Story”?

“Foi uma boa mudan√ßa entrar em algo um pouco mais realista”, disse Peters. “Originalmente, t√≠nhamos falado sobre o Colin ser mais convencido, fazer truques enquanto jogava sinuca, e eu n√£o tinha certeza se chegar√≠amos ao n√≠vel Tom Cruise em “cor do dinheiro”. Mas sempre soubemos que ele ia morrer. quer√≠amos que sentisse por ele e n√£o voc√™ n√£o iria sentir se ele fosse t√£o arrogante.‚ÄĚ O tipo “filhotinho abandonado” de Colin tamb√©m permitiu que o ator utilizasse um “a arte imita a vida” j√° que ele tentava impressionar a vencedora do Oscar, colega de elenco, especialmente em uma longa cena de bar com Winslet em que o embriagado Colin abre-se sobre um encontro com o ex-noiva naquele dia ‚ÄĒ tudo em um sotaque Delco totalmente cr√≠vel, e nada menos.

“Eu queria amplific√°-lo e realmente me divertir com o sotaque, porque quando voc√™ est√° chateado ou em um lugar vulner√°vel, o sotaque definitivamente sai mais”, disse ele. “E ent√£o eu tive que mant√™-lo por seis ou sete meses quando entramos em quarentena (para a pandemia).‚ÄĚ

O veterano de “Pose” e “X-Men” tamb√©m se dedicou √† pesquisa, devorando document√°rios de crime da Netflix e epis√≥dios de “The First 48”, bem como a “Sex-Related Homicide and Death Investigation” de Vernon J. Geberth.‚ÄĚ Peters descreveu o livro como “basicamente um livro de detetive com excelentes estudos de caso e Descri√ß√Ķes ‚ÄĒ na vida real, este trabalho √© muito baseado em portf√≥lio e casual, muito diferente do que voc√™ v√™ na maioria dos filmes.‚ÄĚ

O ator tamb√©m conseguiu participar de um passeio bastante modesto na Pensilv√Ęnia, onde a a√ß√£o policial que ele conseguiu ver incluiu “desbloquear a porta do carro de algu√©m, uma crian√ßa de 16 anos de idade dirigindo com sua m√£e que cortou um espelho da janela e um S√£o Bernardo perdido. √Č uma vida de cidade muito pequena, muito humilde e p√© no ch√£o. Muita gente fazendo coisas reais para sobreviver.‚ÄĚ

Peters est√° atualmente trabalhando simultaneamente em dois projetos, a nova temporada de “American Horror Story “e o papel de t√≠tulo em “Monster: The Jeffrey Dahmer Story” de Netflix. Esses trabalhos marcam um fim tempor√°rio para sua continuidade em interpretar personagens facilmente relacion√°veis, mas eles continuam um tema comum, j√° que ele tamb√©m filmou a secreta “WandaVision” da Marvel enquanto filmava Mare. “Foi hil√°rio”, disse ele. “Eu realmente era trazido para (“WandaVision”) em uma capa e um guarda-chuva. Mas √© t√£o emocionante que as pessoas adoram ambas as s√©ries. √Č muito bom trabalhar com pessoas que trazem a sua melhor jogada.‚ÄĚ

Em entrevista ao site Awards Watch, Evan conversa ao telefone com o cr√≠tico de cinema e TV, Dewey Singleton, o qual faz perguntas sobre a miniss√©rie Mare of Easttown, sobre as grava√ß√Ķes e colegas de atua√ß√£o.

√Č dif√≠cil imaginar que o Evan Peters que eu conversei no telefone hoje √© o mesmo homem que interpretou uma gama de indiv√≠duos doidos por 10 anos em American Horror Story e est√° em produ√ß√£o em Monster, interpretando o not√≥rio serial killer Jeffrey Dahmer, para o conhecido diretor de AHS, Ryan Murphy.
O incrivelmente prazeroso Peters, no qual alguns conhecem como Quicksilver do universo X-Men e mais recentemente visto em WandaVision, da Disney+, tem uma habilidade incr√≠vel de desaparecer em cada papel que assume. Quer ele esteja interpretando o marido extraviado Stan em Pose ou o ladr√£o de museu Warren em American Animals, sua prepara√ß√£o √© completa e diligente e leva a resultados fant√°sticos. Seu √ļltimo papel √© um pouco diferente do que costumamos o ver interpretando. Peters interpreta o detetive Colin Zabel na miniss√©rie de sucesso da HBO, Mare of Easttown, que acabou de finalizar sua temporada em 30 de maio como um dos maiores programas de TV da temporada, onde ele estrela ao lado de Kate Winslet e Julianne Nicholson. Zabel √© a espinha dorsal moral desta narrativa e permite a Peters desempenhar um papel ao qual ele n√£o est√° muito acostumado, um bom e legal cara. Tivemos a sorte de falar com Peters ao telefone sobre tudo, desde seu comercial Papa John’s Pizza, spoilers da Marvel, Ryan Murphy e sua atua√ß√£o brilhante em Mare of Easttown. Mas cuidado, h√° spoilers pela frente se voc√™ ainda n√£o viu a s√©rie inteira.

Dewey Singleton: Como está, Sr. Peters, está ouvindo? Você está aí?

Evan Peters: Estou ligado, estou aqui. Você pode me ouvir?

DS: Estou te ouvindo. Muito obrigado pelo seu tempo. Eu respeito isso. Eu sei que você tem coisas pra fazer, então vou superar isso e tentar não me abater. Muito obrigado por me permitir falar sobre sua performance maravilhosa em Mare of Easttown.

EP: Obrigado, obrigado por dedicar um tempo comigo num domingo. Eu agradeço.

DS: Vamos come√ßar do in√≠cio, √© claro, porque tenho algumas perguntas importantes para fazer imediatamente. O que voc√™ mais temeu durante sua carreira, pessoas mencionando seu trabalho comercial com o Papa John’s ou recebendo um telefonema de Ryan Murphy para lan√ßar mais um personagem doido?

EP: (risos) Na verdade, n√£o me importo … Papa John’s … foi uma filmagem divertida. √Č sempre um prazer receber uma liga√ß√£o de Ryan, voc√™ sabe, ele √© um escritor t√£o brilhante. Por isso, estou sempre animado para mergulhar em algo com ele. Ele escreve coisas t√£o complicadas que s√£o sempre um desafio.

DS: Veja, eu sou mais fã do seu comercial do Sour Patch Kids, mas acho que isso é apenas um preconceito meu.

EP: (risos) E quanto ao Progressive Insurance? Sempre adorei o Progressive Insurance.

DS: Esse fica em terceiro lugar para mim. (Peters ri) Se eu fosse classificá-los, provavelmente seria РSour Patch Kids, Papa John’s e depois Progressive. Essa é uma classificação difícil para mim. Eu não me vejo a mudando nunca.

EP: E os do Moviefone?

DS: Sim, bem, poderíamos falar sobre isso mais tarde, mas estamos aqui para falar sobre Mare of Easttown, mas eu quero perguntar; o que você gosta em interpretar personagens que são muito sombrios e complicados?

EP: Acho que √© um desafio. √Č por isso que me sinto atra√≠do. Quando eu assumo esses pap√©is, acho que s√£o muito dif√≠ceis de fazer. Acho que, como ator, acho isso um desafio muito intrigante e, como eu disse, voc√™ sabe, Ryan os est√° escrevendo. Acho que escrever √© bom demais para n√£o aceitar o desafio e mergulhar de cabe√ßa. Acho que √© isso que me atrai.

DS: √Č por isso que voc√™ concordou em interpretar Jeffrey Dahmer?

EP: √Č uma hist√≥ria de cair o queixo. Eu n√£o sabia muito sobre isso. Ent√£o, eu estava animado para pesquisar e aprender mais sobre ele.

DS: Nos √ļltimos meses, o que voc√™ mais procurava – spoilers da Marvel ou spoilers de Mare of Easttown.

EP: (risos) Acho que é Mare of Easttown. Todo mundo queria saber quem era o assassino.

DS: Falei com Julianne sobre sua atuação no programa, ela disse que muito poucas pessoas sabiam quem era o assassino. Você foi um dos poucos?

EP: Eu n√£o sabia, n√£o queria saber. Eu propositalmente n√£o li os epis√≥dios seis ou sete para evitar descobrir. Eu queria acreditar que Wayne Potts era o assassino. Eu s√≥ n√£o queria saber. Eu s√≥ queria aproveitar os dois √ļltimos epis√≥dios como espectador.

DS: Eu escolhi o personagem de Julianne desde o início e, é claro, acabamos, você sabe, ambos errados no final. O que inicialmente o atraiu para o projeto?

EP: Bem, acho que Kate Winslet foi uma das principais atra√ß√Ķes, com certeza. Quer dizer, eu sou um grande f√£ dela e ela √© uma atriz brilhante. E ent√£o eu realmente agarrei a oportunidade de trabalhar com ela. Foi tamb√©m um drama policial da HBO. Eu era um grande f√£ de True Detective e todos os programas da HBO que sa√≠ram, √© um √≥timo canal.

DS: Achei que você queria mostrar o outro lado de sua habilidade de atuação.

EP: Foi bom interpretar um cara que era bonito, sabe, pé no chão e normal e veio de uma cidade pequena. Você sabe, me senti mais perto de quem eu sou como uma pessoa que conheço. Esta é uma boa troca e uma mudança em relação às coisas que eu fazia no passado. Eu estava com um pouco de medo de trabalhar com Kate, mas ela provou ser incrivelmente colaborativa e simplesmente fantástica.

DS: O que havia de t√£o assustador na Kate?

EP: Eu acho que ela é uma das melhores atrizes do nosso tempo e, você sabe, só de estar na mesma sala com ela, principalmente em uma cena com ela, você sabe, foi realmente tudo naquele momento.

DS: Qual foi a cena mais difícil de filmar para você, sua sequência final no episódio 5 ou beijar Kate?

EP: Acho que foi beijar a Kate. Quer dizer, eu estava t√£o nervoso em fazer isso. (risos)

DS: Voc√™ j√° se cansou de toda aquela cerveja da Pensilv√Ęnia?

EP: Nunca, nunca se canse de beber isso. √Č muito bom! (risos)

DS: Eu solicitei algumas perguntas aos f√£s para esta entrevista e fui enviado perguntando qual era a sua cena favorita de filmar.

EP: A cena do jantar quando estou no meu encontro com a Mare.

DS: Recebi alguns enviados que eram mais declara√ß√Ķes do que perguntas. Eles basicamente disseram “Oh meu Deus … Oh meu Deus, eu te amo”.

EP: (risos) Obrigado!

DS: Você trabalharia com Brad novamente?

EP: Com certeza, num piscar de olhos, gostei de trabalhar com ele.

DS: Você faria uma sequência de Mare, onde vemos as raízes de Zabel?

EP: Estou muito satisfeito com a jornada do meu personagem e não acho que isso seja possível, mas eu trabalharia com Brad em quase tudo.

DS: Não tenho certeza de como você faria isso, já que seu personagem está morto.

EP: (risos) Concordo.

Mare of Easttown está disponível para assinantes do serviço HBO Max. Evan Peters está elegível para concorrer ao Emmy de Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada, Série de Antologia ou Filme.

Leia a entrevista completa em inglês aqui.

Fonte: E!

Mare of Easttown

Sim, Kate Winslet é incrível em tudo o que faz Рentão é realmente necessário um verdadeiro talento como Evan Peters para quase ofuscar uma vencedora do Oscar. Ainda estamos abalados com a morte prematura do Detetive Colin Zabel (Peters) (e foi logo depois que ele convidou Mare de Winslet para um encontro!), Mas apenas adicione isso às muitas reviravoltas da série chocante da HBO. Nós somos stan de Zabel, vivo ou morto.

 

WandaVision

Pietro est√° de volta! Wanda (Elizabeth Olsen) ficou maravilhada ao ver seu g√™meo Pietro Maximoff (Peters) aparecer em seu mundo de sonho. No entanto, seu irm√£o n√£o era o que parecia – na realidade, a reencarna√ß√£o de Pietro era apenas o vizinho Ralph Bohner sob controle mental – mas seu doce reencontro foi mais emocionante gra√ßas √† atua√ß√£o dedicada de Peters. Os f√£s do Multiverso Marvel podem ter ficado desapontados porque o elenco n√£o foi um Easter egg para o Merc√ļrio de ‚ÄčX-Men‚Äč‚Äč (est√° tudo bem se voc√™ est√° confuso tamb√©m), mas certamente o queremos de volta se houver uma segunda temporada de WandaVision. E n√£o, esta n√£o √© a primeira vez que Peters interpreta um homem morto que volta √† vida…

 

Xmen

Por falar em¬†X-Men, ele¬†come√ßou a interpretar o Merc√ļrio de fala (e movimentos) r√°pidos em 2014. Seus gracejos ir√īnicos e entrega impass√≠vel apenas lembraram aos f√£s que Peters √© secretamente um comediante – mas ele realmente pode fazer tudo, mesmo na velocidade da luz.

 

American Horror Story

Tudo bem, verdade seja dita, achamos que Tate Langdon era um gostoso. N√£o porque ele era um assassino (qual √©, n√£o somos¬†t√£o¬†malucos aqui), mas porque a atua√ß√£o de Peters foi emocionalmente envolvente. Desde a primeira temporada de¬†American Horror Story¬†em 2011, Peters ficou cada vez melhor… tanto como ator quanto como gostoso.

 

…Por uma d√©cada assustadora inteira

Ele até faz o garoto da fraternidade parecer fofo! O  crossover de AHS 8 não foi páreo para o morto-vivo Kyle Spencer.

 

Pose

O ator¬†se reuniu com o produtor da¬†AHS¬†,¬†Ryan Murphy,¬†para a s√©rie da FX¬†Pose,¬†ambientada na cena da moda de sal√£o de baile de Nova York dos anos 80. Embora Peters n√£o conseguisse se identificar com seu personagem Stan, ele nos fez desmaiar novamente durante uma entrevista √†¬†GQ , durante a qual chamou o papel de “desolador”. Ele passou a chamar a s√©rie de “uma enorme experi√™ncia de aprendizado” trabalhando com a comunidade transg√™nera. ‚Äú√Č uma comunidade incrivelmente forte e tiveram que lidar com problemas muito maiores do que qualquer coisa que eu j√° tive‚ÄĚ, continuou Peters. “Isso s√≥ me fez mais humilde.”

 

American Animals

Baseado em um verdadeiro roubo de livro raro,¬†American Animals¬†foi um filme aclamado pela cr√≠tica, mesmo que silencioso. Peters,¬†√© claro, rouba mais do que apenas livros da biblioteca em seu papel. Estamos falando sobre nossos cora√ß√Ķes, gente! N√£o √© de se admirar que ele tenha sido vinculado a mais de uma co-estrela do passado…

 

The Office

Foi apenas um epis√≥dio, mas sua presen√ßa na s√©rie ic√īnica¬†The Office¬†ainda vale um elogio. Peters se encaixou perfeitamente com Michael Scott (Steve Carrell) e sua equipe como o sobrinho est√ļpido de Michael que conseguiu um emprego por meio de (o que mais?) Nepotismo. Basta contar Peters entre as muitas outras participa√ß√Ķes especiais de celebridades¬†em¬† The Office! Talvez ele at√© apare√ßa em uma poss√≠vel reuni√£o.

 

Kick-Ass

Ele¬†foi apropriadamente chamado de Ass Kicker em¬†Kick-Ass 2, ap√≥s ser um ajudante de apoio no primeiro filme. Curiosidade: ele tamb√©m compartilhou o papel de Merc√ļrio¬†* verificando nossas anota√ß√Ķes sobre a hist√≥ria da Marvel *¬†com o¬†co-astro Aaron Johnson. Multiversos, cara.

 

One Tree Hill

Embora provavelmente não seja o personagem mais importante em One Tree Hill vamos combinar, definitivamente não РJack ainda marcou uma virada crucial na sexta temporada da série. Com pais adotivos, confrontos de armas e um enredo de melhor amigo que virou relacionamento amoroso de Sam (Ashley Walker), a temporada de Peters com certeza foi repleta de drama.

 

Sleepover

Finalmente, qualquer desculpa para mencionar o filme adolescente insanamente subestimado,¬†Sleepover. Esta foi sua segunda apari√ß√£o em um filme no mesmo ano em que estreou nas telas, e Peters interpretou um nerd adolescente irritante perfeitamente. Procure o n√ļmero de dan√ßa dele e voc√™ definitivamente n√£o se arrepender√°.

 

Os √ļltimos personagens de Evan Peters experimentaram alguns dos destinos mais surpreendentes e tortuosos deste ano. Veja por que ele fez tantos “falsos” em 2021.

Fonte: Screen Rant

Aviso: Seguem SPOILERS de Mare of Easttown e WandaVision, incluindo o destino dos personagens de Evan Peters.

Acontece que 2021 est√° se tornando continuamente o ano das “falsifica√ß√Ķes” de Evan Peters¬†. Nos √ļltimos dois programas de televis√£o em que participou –¬†WandaVision¬†e¬†Mare of Easttown – Peters retratou personagens que foram constru√≠dos para ser mais do que s√£o… at√© que n√£o s√£o. Embora certas revela√ß√Ķes n√£o tenham agradado aos f√£s, a resposta cr√≠tica a essas “falsifica√ß√Ķes” fala sobre o talento de Peters e sua presen√ßa na tela.

Embora seja mais conhecido por seus pap√©is na s√©rie de antologia de terror de Ryan Murphy,¬†American Horror Story¬†, e como Peter Maximoff / Merc√ļrio nos filmes¬†X-Men¬†recentes, a √ļltima passagem de Peters no drama policial¬†Mare of Easttown continua sua s√©rie de chocantes reviravoltas de personagem.¬†Mare of Easttown √© estrelada por Kate Winslet no papel do detetive Mare Sheehan, que relata o assassinato de uma adolescente local em uma cidade pequena. Evan Peters interpreta o detetive do condado Colin Zabel, enviado para ajudar Mare na ca√ßa ao assassino.

Peters como Colin traz uma dose bem-vinda de leviandade, vulnerabilidade e integridade em uma miniss√©rie sobrecarregada por novas trag√©dias e traumas do passado. Em apenas quatro epis√≥dios, ele parecia posicionado como um personagem principal na vida de Mare e no caso de assassinato, especialmente depois de revelar a Mare que ele n√£o era o jovem detetive que as pessoas faziam parecer. A s√©rie at√© sugeriu uma poss√≠vel rela√ß√£o futura entre Mare e Colin no epis√≥dio cinco. Imediatamente se extingue qualquer esperan√ßa de que ele ajude Mare a encerrar o caso quando a morte de Colin¬†ocorre depois que ele √© baleado no final do epis√≥dio, enquanto eles est√£o interrogando o sequestrador de duas meninas. √Č um final brutal e surpreendente para um personagem que o programa sugeriu que seria um grande ator. Embora isso possa n√£o parecer t√£o √©pico quanto a “falsifica√ß√£o” de WandaVision, ainda √© um final decepcionante e abrupto para um personagem inerentemente decente e um arco narrativo atraente.

O papel de Evan Peters como o falso Pietro em¬†WandaVision causou o mesmo choque que muitos telespectadores sentiram ap√≥s a morte de Colin. Muita especula√ß√£o girou em torno da introdu√ß√£o do Merc√ļrio de X-Men, pois parecia sinalizar a t√£o esperada fus√£o entre o MCU e os X-Men, cujas propriedades s√£o da Disney ap√≥s a aquisi√ß√£o da Fox e toda a sua propriedade intelectual. No entanto, o personagem dos X-Men de Peters acabou sendo uma grande “falsifica√ß√£o” – em vez de Merc√ļrio, ele era na verdade Ralph Bohner, um residente de Westview que Agatha Harkness usou para investigar toda a extens√£o dos poderes de Wanda. Ele era apenas uma pista falsa.

Embora essas duas “falsifica√ß√Ķes” sejam mera coincid√™ncia, isso levanta quest√Ķes sobre o que est√° por vir para Evan Peters na d√©cima temporada de¬†American Horror Story. American Horror Story √© not√≥ria por sua narrativa e curvas de car√°ter. Seu pr√≥ximo personagem poderia gerar um momento mais refrescante como WandaVision¬† ou Mare of Easttown? Se for outra “falsifica√ß√£o” de Evan Peters, esperemos que atraia aten√ß√£o positiva.

 

Depois de suas performances em WandaVision e Mare of Easttown, está claro que Evan Peters é mal servido pela fórmula de American Horror Story.

Fonte: Screen Rant

Evan Peters recebeu muitos elogios por seus pap√©is em¬†WandaVision¬†e¬†Mare of Easttown, ambos mostrando como ele foi pouco utilizado em¬†American Horror Story. O ator est√° com a antologia de terror desde o seu in√≠cio, aparecendo em oito de suas nove temporadas at√© agora. Mas s√£o suas duas performances mais recentes, longe de¬†American Horror Story, que sem d√ļvida lhe valeram os maiores holofotes.

A sequência de sucesso de Peters começou no início deste ano, quando ele apareceu no  final do  episódio 5 de WandaVision, aparentemente interpretando outra versão de Pietro Maximoff e continuou em sua vez como Detetive. Colin Zabel para o Mare of Easttown da HBO. Os dois personagens não compartilham muitas semelhanças, com sua aparição  em WandaVision servindo para aprofundar o mistério do show e homenagear tropas de sitcom. Seu papel em Mare of Easttown, entretanto, permitiu-lhe encarnar um detetive com algo para provar a si mesmo e a sua parceira. Mas os dois personagens fizeram com que fãs e críticos dessem uma segunda olhada em Peters, muito depois de o ator se estabelecer entre os colaboradores frequentes de Ryan Murphy.

Isso ficou mais evidente durante o tempo de Peters em¬†Mare of Easttown. Na miniss√©rie, que enfoca um assassinato em uma pequena cidade, ele se insinuou rapidamente com o p√ļblico em uma cena-chave que aconteceu no epis√≥dio. Cheio de bravatas b√™badas, Colin se aproxima de sua parceira Mare (Kate Winslet) em um bar. Oscilando entre a confian√ßa infundida pelo √°lcool e a vulnerabilidade violenta, Colin abre caminho atrav√©s de uma confiss√£o: sua noiva o deixou e sua vida est√° longe de ser o que ele gostaria que fosse. O que faz a cena funcionar n√£o √© apenas como Peters transmite a embriaguez com precis√£o, de acordo com o consenso de muitos espectadores, mas tamb√©m como ele consegue cultivar um sentimento de tristeza e tanto arrependimento em uma breve conversa.

Peters voltaria a essa tristeza em epis√≥dios posteriores de¬†Mare of Easttown, tornando Colin vulner√°vel a Mare e adotando uma esp√©cie de otimismo tolo que est√° em desacordo com a terr√≠vel realidade de seu trabalho como detetive. √Č uma atua√ß√£o coadjuvante, para melhor destacar o cinismo e a cautela que Winslet traz ao personagem principal, mas Peters deixa sua marca. Ele est√° empenhado em vender a emo√ß√£o de Colin, beijando Mare em uma explos√£o de alegria e isso torna tudo ainda mais devastador quando Colin √© finalmente morto no final do epis√≥dio 5. √Č dif√≠cil imaginar a morte de Colin causando tanto impacto se fosse outro ator retratando-o. Peters desde ent√£o deu uma rodada de entrevistas, falando sobre a morte chocante e se solidarizando com os f√£s que queriam ver mais de seu personagem.

Peters estava no centro de uma situa√ß√£o semelhante em uma s√©rie muito diferente. Embora sua vers√£o de Pietro fosse apenas o foco do¬†epis√≥dio¬†6 de WandaVision, aparecendo intermitentemente depois disso, foi o suficiente para lan√ßar chamadas para Peters entrar oficialmente no Universo Cinematogr√°fico da Marvel. Parte disso estava relacionado ao fato de que sua opini√£o sobre o Merc√ļrio j√° estava estabelecida nos filmes de X-Men, embora fosse t√£o vital que seu Pietro estabelecesse um relacionamento com Wanda (Elizabeth Olsen). A din√Ęmica entre os dois irm√£os, alternativamente calorosa e tensa, era promissora. Embora, em √ļltima an√°lise, para a decep√ß√£o de muitos telespectadores, o¬†personagem WandaVision de Peters foi revelado como uma figura secund√°ria de MCU.

Talvez seja intencionalmente que Peters n√£o tenha causado tanto impacto com American Horror Story. A s√©rie de antologia tem priorizado cada vez mais reviravoltas estranhas e leituras de linhas ostentosas, com o objetivo de atrair a aten√ß√£o do p√ļblico com viol√™ncia exagerada e tramas propulsivas. √Č uma f√≥rmula que levou o sucesso para a s√©rie, com Peters mostrando que ele √© t√£o capaz quanto qualquer um quando se trata de vender as met√°foras e tend√™ncias de uma t√≠pica¬†temporada de AHS¬†. Mas isso n√£o deixa muito espa√ßo para a constru√ß√£o do car√°ter e da qu√≠mica que rendeu a Peters sua aclama√ß√£o recente. Dado que Peters disse que, no futuro, gostaria de estrelar projetos que refletissem a vida cotidiana, sua tend√™ncia positiva poderia continuar.

 

Evan Peters foi convidado para uma palestra com a Pace University e falou sobre a sua participa√ß√£o em WandaVision. O ator destaca que como a Disney brinca bastante com o humor em seus conte√ļdos, se sentiu bastante a vontade com o elenco que era composto, em grande parte, por f√£s da Marvel. Em um trecho da confer√™ncia, Peters confirmou que n√£o sabia que o sobrenome de seu personagem, Ralph, era Bohner. O ator tamb√©m admitiu que riu histericamente quando descobriu:

‚ÄúO Ralph est√° l√° isolado explicando as coisas para ela (Monica Rambeu)… ela olha para o curr√≠culo e diz ‘Ralph Bohner!’ E eu fiquei tipo, ‘Bohner ?!’ E eu comecei a rir histericamente porque n√£o fazia ideia de que o sobrenome seria Bohner. Eu sabia disso desde o in√≠cio que ele era Ralph e que estava sendo controlado pela bruxa. Ent√£o foi divertido trabalhar com isso tamb√©m, todo mundo suspeitando sem saber o que estava acontecendo.‚ÄĚ